- PLANO DE MOBILIDADE URBANA: DO CONCEITO A IMPLANTAÇÃO
(PMU1819102017)

 

Local: Rua Marcílio Dias, 574 - Porto Alegre/RS
Investimento: R$ 366,00 para Prefeitura - R$ 550,00 para outros
Datas: 18 e 19 de outubro de 2017
Horários: das 9h às 17h
Carga Horária: 14h/a


APRESENTAÇÃO:

O evento nominado de Plano de Mobilidade: Do Conceito a Implantação será ministrado com uma carga horária de 21 horas, vencidas em três dias. Abordará métodos e metodologias tradicionais na literatura técnica para o planejamento das diversas etapas desde o planejamento até Implantação do Plano de Mobilidade Urbana.
O foco do curso é propiciar aos gestores dos municípios associados a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul uma capacitação de execução de Plano de Mobilidade Urbana.


JUSTIFICATIVA:

A Lei Federal 12.587 determina aos municípios acima de 20.000 habitantes deverão ter seu plano de mobilidade integrado ao seu Plano Diretor Municipal, e aprovados na câmara municipal em forma de Lei Complementar até 2018.
A ausência dessa exigência da Lei Federal descredencia os municípios de obter recursos Federais para ser utilizado em Mobilidade Urbana.
A importância da execução do plano de mobilidade é verificar a real necessidade da população quanto a sua mobilidade atual, assim será possível mapear os atuais deslocamentos da população e adequar os serviços prestados, por exemplo, adequar o atual sistema de transporte público coletivo do município a atual demanda existente, isto é, propor um novo sistema de transporte público para população fundamentada no Plano de Mobilidade Urbana.

OBJETIVOS:

Apresentar a metodologia técnica e as etapas que compõem um Plano de Mobilidade Urbana para capacitar gestores públicos tanto execução das etapas como na fiscalização dessas mediantes consultorias contratadas. Visando ao município a obterem um Plano de Mobilidade Urbana condizente com suas necessidades e gerando uma fonte de dados para o planejamento urbano do município.


METODOLOGIA:

A metodologia será desenvolvida de forma presencial com carga horária de 21 horas no período de 3 dias. Repassando os conhecimentos dos profissionais que ministraram o curso para os gestores públicos.


ETAPAS DO CURSO

Os métodos, metodologias e técnicas serão abordados nas seguintes etapas:
• Etapa 1 – Conceituação sobre Mobilidade Urbana:
Política Nacional de Mobilidade Urbana - Lei Federal 12.587;
Regulação dos Sistemas de Transporte Público;
Política Tarifária dos Sistemas Públicos;

• Etapa 2 – Composição de um Sistema de Mobilidade Urbana:
Características dos Modos de Transporte;
Características dos Tipos de Serviços Transportes Públicos

• Serviços de Transporte Coletivo;
• Serviços de Transporte Escolar;
• Serviços de Transporte Público Individual (Táxi);
• Serviço de Mototáxi e Motofrete;
• Serviços de Bicicleta Pública.

• Etapa 3 – Planejamento das Atividades de Execução do Plano de Mobilidade;
Base de dados:

• Base de dados do Município;
o Cadastro do Matrículas;
o Sistema Viária Municipal;
o Sistema dos Serviços de Transporte;
o Polos geradores (Escolas, Shopping, Mercados, Rodoviária, Aeroporto, Estádio, Empresas, etc);
• Base de dados socioeconômica do censo do IBGE;
• Base de Dados dos Demais Planos do Município;
• Base de Dados das Legislações Vigentes do Município.

 Análise do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano do Município e da Legislação Vigente.

• Etapa 4 – Estruturação dos Tópicos para Elaboração de Plano de Mobilidade;

o Tópico 4.1 – Caracterização da Mobilidade Urbana do Município;

o Tópico 4.2 – Elaboração do Diagnóstico da Mobilidade Urbana Atual do Município:

 Planejamento de Pesquisa de Campo;
 Definição da Pesquisa Origem e Destino;
 Definição das Pesquisas Complementares;
 Amostragem da pesquisa;
 Elaboração dos Questionários;
 Elaboração dos Croquis.
 Elaboração da Base de Dados;
 Análise dos Dados Pesquisados;
 Elaboração de Indicadores para Diagnósticos;

o Tópico 4.3 – Prognóstico da Mobilidade Futura do Município:

 Estudos de Demanda;
 Modelagem e Projeções Futuras da Demanda
 Definição de Cenários para os Horizontes Temporais;

o Tópico 4.4 – Definição de Diretrizes e Metas;

o Tópico 4.5 – Institucionalização do Plano de Mobilidade através da Lei Complementar;

• Etapa 5 – Plano de Ação para Viabilização do Plano de Mobilidade Urbana nos Municípios

o Criação de Escritório de Projetos de Mobilidade Urbana;

 Definição de Eixos Estruturais de Mobilidade:
• Não Motorizados:
o Pedestre;
o Bicicletas.

• Motorizados:
o Público:
 Transporte Coletivo;
 Transporte Escolar;
 Transporte Fretado;
 Transporte de Táxi;
 Transporte de Moto;
 Transporte Aquaviário.

o Privado;
 Transporte Individual.

o Transporte de Cargas.

o Definição de Projetos para os Eixos Estruturais;
o Elaboração de Programa de Captação de Recursos dos Projetos;
o Elaboração de Projetos Executivos e Programa de Implantação.

META:

É repassar os conhecimentos das técnicas, métodos e metodologias aplicadas na área de mobilidade urbana aos gestores públicos, para que os mesmos possam conhecer a complexidade da elaboração de um Plano de Mobilidade Urbana, e que sejam capazes de aplicar os conhecimentos para suprirem as necessidades dos seus municípios.


MINISTRANTE
Eng. Francisco Hörbe, CREA: 134.345-RS

Custo: R$366,00