• Local: Rua Marcílio Dias, 574 - Porto Alegre/RS
    Investimento: R$ 399,00 para Prefeitura - R$ 599,00 para outros
    Horário: 9h às 12h das 13h30 às 17h
    Datas: 13 e 14 de setembro de 2018
    Carga Horária: 14h/a
    Observação: Trazer calculadora para o curso

    OBJETIVO
    Demonstra como podem ser geridos e controlados os custos no serviço público, através da apresentação de casos práticos onde foi efetivamente implantado um sistema de custos e os resultados dele obtidos.

    PÚBLICO ALVO
    Servidores da Administração, Fazenda, Contabilidade, Controle Interno e Auditoria.

    METODOLOGIA
    Aulas teóricas aliadas ao estudo de casos práticos de implantação de custos e resolução de exercícios que ensinam como apurar custos.

    CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

    Parte 1
    1. A gestão pública
    2. O modelo de gestão pública por resultados
    3. O processo de gestão pública estratégica

    Parte 2
    4. A estrutura da contabilidade governamental
    5. Função, conceito e campo de aplicação
    6. Os subsistemas orçamentários, financeiro, patrimonial, compensação e de custos

    Parte 3
    7. A contabilidade gerencial e de custos governamental
    8. Objeto, função e objetivo da contabilidade de custos
    9. Subsistema de custos integrado à contabilidade governamental
    10. Utilização da contabilidade pública de custos no Brasil e em outros países
    11. Terminologia contábil adotada a custo governamental
    12. Classificação dos centros de custos ou resultados
    13. Sistema de Custos aplicado às Entidades Públicas, demonstração do caso aplicado no município
    14. Custeio por absorção tradicional
    15. Vantagens, desvantagens, críticas e defesa ao custeio por absorção
    16. Custeio direto e custeio variável
    17. Vantagens e desvantagens, crítica e defesas ao custeio direto

    Parte 4
    18. Custeio baseado em atividades – ABC
    19. Atividades
    20. Direcionadores de Custos

    Parte 5
    21. A informação de Custos no Planejamento e no Orçamento Público
    22. Custo de Oportunidade Aplicado às Entidades Públicas
    23. Margem de Contribuição Econômica Direta
    24. Avaliação do desempenho divisional e da Entidade Pública
    25. O EVA e o resultado econômico da Atividade pública
    26. A economicidade, eficácia e eficiência econômica

    Parte 6
    27. Cases práticos de aplicação da gestão de custos
    - Custeio na área de saúde
    - Gestão de custos na área de educação: prato de merenda, transporte escolar, aluno infantil, fundamental
    - O case da educação básica dos municípios do Alto Jacuí do Rio Grande do Sul
    - O Case do estado do Rio Grande do Sul
    - Custeio de serviços públicos diversos: Iluminação pública, coleta de lixo, fornecimento de água, patrulha agrícola, dentre outros
    28. Diversos exercícios práticos

    MINISTRANTE

    Cezar Volnei Mauss
    -Autor do livro publicado pela editora Atlas:
    - Gestão de custos aplicada ao setor público;
    - Análise das demonstrações contábeis governamentais;
    -Autor do livro publicado pela editora Alemã OmniScriptum:
    - A gestão de custos e resultado pública: sua integração com um sistema de planejamento parametrizado;
    -Co-autor do livro publicado pelo CRC/RS:
    - Processo licitatório e a Lei Complementar 123/2006;
    - NBCASP Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público sob a ótica das IPSAS: um estudo comparativo
    -Autor do Capítulo do Livro publicado na Holanda:
    - XBRL in public administration as a way to evince and scale the use of information, inserido no livro: Innovations and Advanced Techniques in Computers and Information Sciences and Engineering;
    -Autor de 3 capítulos de livro publicados na Espanha pela Universidade de Cantábria - Gobernanza Empresarial de Tecnologías de la Información - In: Angel Cobo Ortega; Adolfo Vanti. (Org).;
     O controle interno municipal a luz das NBCASP e sua relação com os sistemas de informação.
     A contabilidade governamental brasileira, evidenciação e transparência da informação contábil em um contexto tecnológico.
     Procedimentos e práticas de contabilidade governamental, à luz das NBCASP, para melhoria da conformidade da informação contábil.
    -Contador formado pela UPF em 1998;
    -Especialista em Gestão e Controle da Administração Pública formado pela UPF em 2004;
    -Mestre em Contabilidade e Controladoria formado pela UNISINOS em 2007;
    -Professor da ULBRA de 2005 até 2015 das disciplinas: Fundamentos de contabilidade, Gestão de custos, Administração financeira I e II, Gestão estratégica.
    - Professor da FAT de Tapejara de 2015, até hoje.
    -Proprietário da empresa Mauss Consultoria em Gestão Ltda, fundada em 2005 para atuar com consultoria em empresas privadas e órgãos públicos;
    -Responsável por escritório contábil estabelecido em Carazinho e Coqueiros do Sul, desde 1997, tendo empresas clientes nestes municípios e em Pontão/RS.
    - Contador do Município de Carazinho em 2000.
    - Contador do Município de Coqueiros do Sul/RS de 2001 a maio de 2009.
    - Contador do Município de Chapada de 2009 a 2011.
    -Pesquisador da Ulbra na área gerencial das empresas com publicações realizadas no Congresso Brasileiro de Custos, Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia Empresarial (SEGET) realizado pela Faculdade Dom Bosco de Resende/RJ, Encontro Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração (ENAMPAD), entre outros, inclusive com publicações internacionais nos EUA e Venezuela.
    -Membro da Comissão de estudos de contabilidade pública do CRC/RS;
  • Local: Sede da FAMURS (Rua Marcílio Dias, 574 – Bairro Menino Deus) Porto Alegre/RS
    Investimento: R$ 399,00 para Prefeitura - R$ 599,00 para outros
    Horário: 9h às 12h das 13h30 às 17h
    Datas: 13 e 14 de setembro 2018
    Carga Horária: 14h/a


    OBJETIVO:

    Capacitar o aluno para identificar os locais críticos de segurança viária em sua cidade, avaliar as possíveis causas de acidentes e propor soluções para diminuir os acidentes. O curso abrange também a regulamentação e o controle da velocidade nas vias, abordando as principais soluções e dispositivos para coibir o excesso de velocidade. Além disso, o aluno receberá informações sobre como elaborar projetos de mini-rotatórias, canalização de fluxos, travessia de pedestres, faixas elevadas, entre outros.


    CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

    ELABORAÇÃO DE PROJETOS

    1. Identificação de pontos críticos
    2. Vistoria de campo
    3. Elaboração de croquis
    4. Levantamento de dados
    5. Elaboração do diagnóstico
    6. Relatório
    7. Elaboração de alternativas


    REGULAMENTAÇÃO DE VELOCIDADE

    1. Situações de risco ligadas ao excesso de velocidade
    2. Classificação viária x velocidade regulamentada
    3. Regulamentação de velocidade em curvas
    4. Sinalização de velocidade (variação)
    5. Velocidade 85 percentil
    6. Dispositivos de redução de velocidade
    a. Pardal
    b. Lombada eletrônica
    c. Ondulação transversal
    d. Estreitamento de pista
    e. Linhas de estímulo à redução de velocidade



    INTERVENÇÕES VIÁRIAS

    1. Mini-rotatórias
    2. Canalização de fluxos
    3. Travessia de pedestres
    4. Faixas elevadas
    5. Refúgios
    6. Barreiras de segurança (guard-rail)
    7. Aumento da intervisibilidade


    MINISTRANTE:

    Fagner Sutel de Moura Desenvolvedor de sistemas com ênfase em bancos de dados, consolidação de dados e qualificação da informação. Atua desenvolvendo ferramentas que auxiliem na obtenção de relatórios, e obtenção de informação para tomada de decisão. Agente de Apoio técnico da Empresa Pública de Trânsito e Circulação (EPTC) na Gerência de Planejamento de Transito e Circulação, atuando na área de projetos viários colaborando na obtenção informações para uso da equipe técnica bem como para informação à comunidade