• Local: Sede da FAMURS (Rua Marcílio Dias, 574 – Bairro Menino Deus) Porto Alegre/RS
    Investimento: R$ 399,00 para Prefeitura - R$ 599,00 para outros
    Horário: 9h às 12h das 13h30 às 17h
    Datas: 19 e 20 de julho 2018
    Carga Horária: 14h/a



    PÚBLICO ALVO


    Gestores de Turismo e de Cultura; Gestores de Ação Social dos Municípios; Secretários e Assessores Municipais de Turismo; Gestores de Políticas Públicas; Estudantes de Turismo e Cultura



    APRESENTAÇÃO

    Atualmente existem diversas formas de otimizar e captar recursos para que estes possam ser empregados na promoção dos destinos turísticos. Essa promoção vai trazer mais turistas e, consequentemente, incrementar a renda local. A promoção turística está totalmente, mudada atualmente. Com o incremento de mídias sociais.A maneira de apresentar e prospectar clientes para um destino turístico passa a ser totalmente diferente. Neste curso, iremos abranger as ferramentas de mercado utilizadas para estabelecer comunicação com o mercado, incluindo as técnicas a serem aplicadas para promover o produto turístico e a forma como a promoção será transmitida ao consumidor: imagem, linguagem de comunicação etc.
    A promoção turística é fundamental para que o roteiro/destino torne-se conhecido e desejado, levando ao aumento da
    visitação, do tempo de permanência e do gasto médio do turista nos destinos brasileiros. Neste contexto, a montagem de uma estrutura sólida de comercialização é vital para que seja possível, a todos os interessados, o acesso ao produto promovido. Quando a promoção e a comercialização são realizadas de forma integrada o resultado é um aumento do fluxo turístico, tendo como consequência imediata a geração e a ampliação de postos de trabalho e, como conseqüências de médio e longo prazo, a promoção da inclusão social, uma melhor distribuição de renda e a redução das desigualdades regionais e sociais.


    OBJETIVO

    Preparar os Gestores públicos para a captação de recursos para promoção e a comercialização
    de seu município, habilitando-os para desenvolvimento de estratégias e relações com o mercado,
    que culminarão em ações comerciais.


    OBJETIVOS ESPECÍFICOS

    Compreender os caminhos e os benefícios da Promoção Turística;
    Promover o entendimento da captação de recursos para promoção dos destinos turísticos;
    Habilitar os Gestores Municipais a desenvolver estratégias de promoção turística;
    Aprender a usar as mídias sociais e criar um relacionamento próximo com o mercado consumidor;
    Entender como fortalecer a imagem do produto turístico;
    Gerar informações dirigidas para públicos específicos e dar suporte ao processo de comercialização.


    CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

    Introdução

    Mercado Turístico e o novo sistema de consumo

    Captação de Recursos para Promoção Turística – do micro ao macro patrocínio

    Inovação na Promoção e Comercialização Turística

    Como usar as mídias sociais na Promoção Turística

    Identificação dos principais agentes e definição de competências e funções no processo de captação, promoção e comercialização de Roteiros Turísticos


    MINISTRANTE: Daniela Bitencourt Moraes

    Uma das primeiras profissionais a trabalhar com projetos de implantação prática do tema “Turismo de Experiência”, sendo que em 2012 recebeu pelo IMB/SEBRAE-RJ o “Ulysses Award” PRÊMIO MÁXIMO em inovação em Turismo pela OMT – Organização Mundial do Turismo com o projeto Tour da Experiência Serra Carioca.
    Redigiu, a pedido da Confederação Nacional dos Municípios, cartilha com orientações sobre Turismo Sustentável;
    Redigiu um curso e a cartilha “Turismo Sustentável” para a OIT - Organização Internacional do Trabalho e a Embaixada Britânica no Brasil;
    Atuou no Desenvolvimento do Processo de Turismo do PORTO MARAVILHA no Rio de Janeiro;
    Responsável pela implantação do Projeto Rota Missões e Implantação do Projeto Uva e Vinho na Serra Gaúcha, atuou no desenvolvimento junto ao SEBRAE Nacional e Ministério do Turismo do Programa Nacional de Regionalização do Turismo.

    Esteve à frente dos projetos: Rede de Cooperação Técnica para Roteirização, Projeto Economia da Experiência desenvolvendo os conceitos de turismo de experiência, economia criativa e consumo do novo milênio; Seminários Empresariais de Competitividade pública e empresarial e Disseminação do conhecimento em turismo em todas as capitais do país; Projeto Gestão dos 65 Destinos Indutores do Turismo e Pesquisa de Impactos Econômicos na cadeia de Hotelaria.
    Daniela já participou da realização de eventos de grande porte como o Natal dos Anjos em Santo Angelo e a Mostra Internacional de Musica nas Missões, cujos públicos superaram 200 mil pessoas.



  • Local: Sede da FAMURS (Rua Marcílio Dias, 574 - Porto Alegre/RS

    Investimento: R$ 399,00 para Prefeitura - R$ 599,00 para outros

    Data: 19 e 20 de julho de 2018

    Horário: 9h às 12h das 13h30 às 17h

    Carga Horária: 14h/a (dois dias)


    OBJETIVO

    Preparar todos os profissionais envolvidos em certames licitatórios, na elaboração dos Editais, familiarizando-os com as alterações sofridas nas licitações em virtude das novas legislações vigentes. Aprenda na prática como elaborar o Edital, trazendo o próprio de sua instituição para nossa orientação.


    PÚBLICO ALVO

    Pregoeiros, Membros de Comissões de Licitações, Administradores Auditores e Procuradores, profissionais envolvidos nas compras públicas. Profissionais que atuam em compras e licitações nas administrações públicas direta e indireta. Autarquia, fundações e empresas públicas (administradores públicos, compradores, membros de comissão de licitação, pregoeiros etc.) Profissionais de empresas privadas que realizam ou pretendem realizar vendas para o governo e desejam conhecer o mecanismo de produção dos editais e estudiosos da área.


    CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

    • Conceitos gerais;
    • Princípios que regem o edital;
    • Legislação aplicável para a redação do edital;
    • Exigências do art. 40 da lei 8666/93 para os editais
    • Aplicação no Pregão;
    • Descrição do objeto;
    • Principio da padronização;
    • Homologação de produtos;
    • Prazo e condições para assinatura do contrato;
    • Prazo e condições para a execução do contrato;
    • Sanções – art. 87 da lei 8666/93 X art. 7o da lei 10520/02; • Projeto Básico;
    • Condições de participação – Habilitação e documentos a serem exigidos;
    • Vedações no edital em relação ao pregão;
    • Amostras;
    • Critérios de julgamento;
    • Critérios para preços inexequíveis;
    • Informações e esclarecimentos;
    • Critérios de aceitabilidade dos preços;
    • Critérios de reajuste;
    • Condições de pagamento;
    • Recursos;
    • Elaboração e expedição do edital – Quem são os responsáveis; • Aplicação da lei complementar 123/06 nos editais
    • Publicidade;
    • Fundamentação de todos os tópicos do curso com legislações pertinentes, acórdãos, sumulas, doutrinas, jurisprudência, etc.


    MINISTRANTE

    Paulo Roberto Teixeira Experiência em compras públicas, em especial, pregão, na forma eletrônica. Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais Pregoeiro Oficial da PROCERGS com mais de 700 Pregões realizados. Co-Autor do Livro “101 Dicas Sobre o Pregão. Participação em Congressos, Seminários, cursos e demais eventos ligados ao estudo na área de Compras Públicas Sócio do Escritório Mérito Assessoria e Licitações Ltda. Disponibilidade para ministrar aulas, e prestar consultoria inclusive fora do Estado.